Nails: the story of modern manicure, de Suzzane Shapiro

nailsSabe aqueles livros jornalísticos que vão contando como as coisas vão mudando, como apareceram… quase um Globo Repórter? Então, esse é o livro da Suzanne Shapiro.

Tudo começou com uma visita à Livraria Cultura. Vi o livro e enlouqueci… imagina, um livro que conta a história das unhas pintadas? Bom, como eu sabia que ia viajar, deixei pra comprar pela Amazon. Dia 2 de janeiro ele estava lá. Dia 11 e praticamente acabei de ler. Tem muitas imagens, propagandas, capas de revista, artistas etc…

O que eu acho mais interessante é que uma coisa simples como a manicure tornou-se, ao longo do tempo, uma forma de expressar-se das mulheres. As cores em voga, as marcas que foram nascendo e morrendo e as que sempre estiveram ali. Fazer as unhas é, aparentemente, desde a década de 20 do século passado, uma forma da mulher se colocar e garantir uma forma barata de estar feminina. Isso tudo começou porque antes disso, maquiagem e pintar as unhas era “contra a moda” e “contra a sociedade” – aquela coisa vitoriana de contenção feminina. A liberação que os anos 20 garantiram às mulheres, abriu esse mundo a todas elas.

Curioso também pensar que cores que hoje gostamos, como verde, laranja e mais “ousadas” foram o que mais fazia sucesso entre 20 e 30. Depois, o reino do vermelho… que durou até os anos 60. Aí, começaram os nudes, os claros, os pales, os pasteis… Até a década de 80/90 quando a nail art e as unhas artificiais que estão aí até hoje.

De tudo, o que eu acho mais legal e foi constatado na reportagem da Shapiro é que pintar as unhas tornou-se uma forma de colocar-se no mundo. Por que eu uso unhas com unhas  coloridas? Por as uso com combinações? Coisas de anos 80  e da ideia de se ver de forma exclusiva.

Eu gosto dessa perspectiva, de colocar um pouco de si pra fora.. Mesmo usando uniforme para trabalhar, mesmo fazendo os trabalhos mais diversos, as unhas podem dizer: sou mais conservadora, sou mais colorida…

E vc? Como se sente ao pintar as unhas? Como gosta? Qual é o seu jeito de ser que aparecem nas pontas das mãos?

Pietra

O

Advertisements

3 thoughts on “Nails: the story of modern manicure, de Suzzane Shapiro

  1. Eu penso em mais do que o ser feminina. Penso no ser única! Usar unhas do modo como gostamos diz não só como somos, mas o nosso modo único de perceber e ser percebida. #amo

    PS: Super me interessei pela leitura…. Interessantíssimo!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s